Resultados da Nestlé S.A. nos primeiros nove meses do ano: 3,3% de crescimento orgânico e 2,5% de crescimento real

To Press Releases listout 24, 2016

  • Vendas totais de CHF 65,5 bilhões, aumento de 1,0%
  • 3,3% de crescimento orgânico, 2,5% de crescimento real, 0,8% de política de preços
  • Perspectiva para o ano de 2016: Esperamos crescimento orgânico de aproximadamente 3,5%, com melhoria nas margens e lucros subjacentes por ação nas moedas constantes, além de aumento da eficiência de capital.

Paul Bulcke, CEO da Nestlé: “Em um ambiente marcado pela deflação e baixo preço das matérias-primas, continuamos a privilegiar o crescimento do volume, o que resultou em crescimento interno na parte superior da indústria tanto nos mercados emergentes, como nos desenvolvidos. Apesar nossos preços terem continuado menos agressivos, estão aumentando.

Nosso crescimento foi amplo em todas as categorias, permitindo-nos ganhar ou manter participação de mercado na maioria de nossos negócios. Estamos fazendo progresso na abordagem de nossos desafios e no direcionamento de nossas diferentes iniciativas em meio a um ambiente comercial pouco agressivo.

Continuamos a investir no futuro em linha com nossa estratégia. O suporte às nossas marcas manteve-se alto enquanto construímos nosso pipeline de inovação, tanto em nível local como global. Ao mesmo tempo, direcionamos mais eficiências operacionais e estruturais através da padronização, compartilhando e escalando mais atividades acima do mercado.

Para o ano de 2016, considerando o ambiente atual menos agressivo, esperamos crescimento orgânico de aproximadamente 3,5%, com melhoria nas margens e lucros subjacentes por ação nas moedas constantes, além de aumento da eficiência de capital.”

Revisão dos Negócios


  • Vendas de CHF 65,5 bilhões, com impacto cambial de – 1,7%. O resultado líquido das aquisições e desinvestimentos impactou o crescimento das vendas em – 0,6%.

  • Crescimento orgânico de 3,3%, composto de 2,5% de crescimento real e 0,8% de política de preços. Todas as geografias entregaram crescimento positivo em ambientes comerciais mais passivos de uma forma geral.

o   4,8% nas Américas (AMS)
o   2,1% na Europa, Oriente Médio e Norte da África (EMENA)
o   2,5% na Ásia, Oceania e África Subsaariana (AOA)

  • Crescimento real amplo em todas as geografias e categorias.
o   2,3% na AMS
o   2,1% na EMENA
o   3,0% na AOA

  • Continuamos a crescer tanto nos mercados desenvolvidos, com crescimento orgânico de 1,9% (crescimento real de 2,5%), como nos mercados emergentes, com 5,3% (crescimento real de 2,5%).
  

  • A política de preços mostrou certa recuperação, mas permaneceu pouco agressiva.

  • Ganhamos ou mantivemos participação de mercado em cerca de 60% de nossos negócios.


  •   A partir de janeiro de 2017, a Nestlé Professional vai deixar de ser um negócio global para se transformar em negócios regionais integrados nas Zonas e apoiados por uma Unidade Estratégica de Negócio Nestlé Professional. Isso facilitará o foco mais concentrado nos clientes e aumentará o alinhamento e desempenho em cada região e mercado.

  • No início de outubro concluímos as transações com a R&R para criar a Froneri, uma nova joint venture de sorvetes, alimentos congelados e produtos lácteos refrigerados, que combinará atividades na Europa, Oriente Médio (exceto Israel), Argentina, Austrália, Brasil, Filipinas e África do Sul.

Zona AMS

Vendas de CHF 18,8 bilhões, 4,5% de crescimento orgânico, 1,6% de crescimento real

  • Na América do Norte, o crescimento foi liderado por Coffee-mate e petcare, e também por Lean Cuisine e Stouffer’s que continuaram apresentando bom desempenho com a contínua inovação de produto e apoio de marca, especialmente nas refeições individuais e na plataforma Fit Kitchen. Lean Cuisine e Stouffer’s, assim como a Nestlé USA em geral continuaram a ganhar participação de mercado. O Canadá apresentou crescimento sólido, com destaque para chocolates e sorvetes.

  • A América Latina como um todo entregou bom crescimento puxado pelo México em laticínios, Nescafé e confeitos. A Região Platina e a Colômbia tiveram bom desempenho, e petcare continuou a dar impulso fundamental para o crescimento de toda a América Latina. O crescimento no Brasil foi resiliente, apesar de afetado por aumentos de preço necessários, especialmente em produtos lácteos e confeitos.

Zona EMENA

  • Vendas de CHF 12,2 bilhões, 2,2% de crescimento orgânico, 2,7% de crescimento real

  • O crescimento foi impulsionado pelo crescimento real que direcionou ganhos de participação de mercado em toda a Zona. A maioria dos países e categorias cresceu bem.

  • A Europa Ocidental continuou a apresentar crescimento positivo, apesar do ambiente deflacionário. Nescafé Dolce Gusto, petcare e pizza congelada foram, novamente, os principais líderes de crescimento. A Itália e a Região Ibérica se destacaram.

  • Na Europa Central e Oriental, a Rússia entregou crescimento de dois dígitos. Nescafé e petcare foram as principais contribuições na região. Romênia, Hungria e República Tcheca também contribuíram para os bons resultados.

  • No Oriente Médio e Norte da África, o crescimento foi puxado por Nescafé e produtos culinários. A Turquia cresceu dois dígitos novamente, com bons desempenhos de Nescafé e confeitos, em especial, e o Norte da África também contribuiu positivamente. No Oriente Médio, contudo, a instabilidade continuou a afetar nosso negócio.

Zona AOA

Vendas de CHF 10,6 bilhões, 2,8% de crescimento orgânico, 2,7% de crescimento real

  • A maior parte dos negócios da Zona apresentou bom crescimento sustentável e impulso na participação de mercado. O Sudeste Asiático juntamente com as Filipinas, Indonésia e Vietnã mostraram crescimento forte. A África Subsaariana foi igualmente bem, tendo crescido apesar da contínua volatilidade econômica. A recuperação constante do macarrão instantâneo Maggi na Índia também foi encorajadora. Yinlu na China, como esperado, continuou a pesar no desempenho da Zona.


  • Na China, o ambiente permaneceu desafiador nas categorias de alimentos e bebidas. Nesse contexto, Yinlu continuou a ter impacto negativo sobre o desempenho da Zona, apesar de estarmos trabalhando em nossas iniciativas para reverter esse quadro. Contudo, mantivemos ímpeto positivo em Nescafé, tanto solúvel como pronto para beber, e nos wafers, na categoria de confeitos.


  • A Índia apresentou crescimento sólido, na medida em que o macarrão instantâneo Maggi continuou a recuperar sua participação de mercado e as comparações se tornaram favoráveis. Chocolates, liderados por KitKat, também foram bem.


  • O Sudeste Asiático entregou crescimento alto de um dígito e a maioria dos mercados apresentou bom desempenho, com o Vietnã e a Indonésia tendo crescimento de dois dígitos liderado pelo forte desempenho de Milo. As Filipinas obtiveram um alto crescimento de um dígito, puxado por Nescafé e Bear Brand.


  • A África Subsaariana continuou a crescer bem em todas as categorias, especialmente com Maggi. Nigéria, Gana e a Costa do Marfim continuaram a se destacar.


  • Nos mercados desenvolvidos, o sólido crescimento do Japão continuou a ser construído com base em inovação de produto e modelo de negócio em torno de Nescafé e KitKat, ao passo que a intensa concorrência entre varejistas impactou os resultados na Oceania.

Nestlé Waters

Vendas de CHF 6,1 bilhões, 4,2% de crescimento orgânico, 4,4% de crescimento real
  • Nestlé Waters manteve bom impulso, liderado pelo forte crescimento tanto nos mercados emergentes como nos desenvolvidos, com bons resultados nos Estados Unidos e na Europa.


  • Em todo o negócio, as marcas de águas gasosas premium internacionais S.Pellegrino e Perrier continuaram a puxar o desempenho. Houve bom crescimento sustentado em Nestlé Pure Life e fortes contribuições de marcas locais icônicas como Poland Springs nos Estados Unidos, Buxton no Reino Unido, e Sta. María no México.


Nestlé Nutrition

Vendas de CHF 7,7 bilhões, 1,3% de crescimento orgânico, 0,8% de crescimento real

  • Nestlé Nutrition manteve um crescimento modesto no contexto da mudança nas dinâmicas da categoria, especialmente na China, onde uma política de preços negativa e ajustes nos estoques antes da nova regulamentação paralisaram o crescimento da categoria. Apesar disso, o desempenho de nossa marca super premium Illuma continuou sólido, com crescimento orgânico de dois dígitos.


  • Nos Estados Unidos, a transição para novos formatos de embalagem e limitações temporárias de fornecimento pesaram sobre o crescimento orgânico, mas essas questões estão praticamente resolvidas.


  • O Oriente Médio foi impactado pela instabilidade política que limitaram o fornecimento, ao passo que outros mercados na América Latina e Ásia apresentaram crescimento sólido, com Brasil, México, Filipinas e Indonésia como destaques.

Outros Negócios

Vendas de CHF 10,1 bilhões, 4,6% de crescimento orgânico, 4,0% de crescimento real

  • O crescimento da Nestlé Professional foi liderado pelos mercados emergentes, particularmente China, Rússia e México. Os Estados Unidos mantiveram seu desempenho sólido, apesar da pressão da política de preços, enquanto os mercados do Canadá e Europa Ocidental foram mais desafiadores.


  • Nespresso manteve seu bom crescimento com forte impulso em AMS e AOA, e com desempenho sólido em EMENA. Após o sucesso do sistema VertuoLine na América do Norte, ele será lançado na França este mês. A crescente expansão geográfica da Nespresso continuou durante o período, com a abertura de 21 novas butiques em todo o mundo.


  • Nestlé Health Science cresceu bem, com crescimento de dois dígitos em Consumer Care graças aos sólidos desempenhos de Boost and Carnation Breakfast Essentials nos Estados Unidos, e o desenvolvimento contínuo de Meritene na Europa. O bom crescimento de Medical Nutrition foi liderado pelo portfólio de antialérgicos, principalmente na China.


  • Na Nestlé Health Skin, o desempenho do negócio voltado para o consumidor foi impulsionado pelos limpadores e hidratantes Cetaphil, pela extensão da linha Cetaphil Baby nos Estados Unidos e do protetor solar Daylong na Europa. O negócio de produtos sob prescrição médica foi sustentado pela inovação de produtos como Epiduo Forte (acne) e Soolantra (rosácea), apesar da pressão dos genéricos enfrentada por Oracea e Differin nos Estados Unidos.

Perspectiva


Para o ano de 2016, considerando o ambiente atual menos agressivo, esperamos crescimento orgânico de aproximadamente 3,5%, com melhoria nas margens e lucros subjacentes por ação nas moedas constantes, além de aumento da eficiência de capital


Sobre a Nestlé – É a maior empresa mundial de nutrição, saúde e bem-estar, com operações industriais em 83 países e marcas mundialmente consagradas. No Brasil, instalou a primeira fábrica em 1921, na cidade paulista de Araras, para a produção do leite condensado Milkmaid, que mais tarde seria conhecido como Leite Moça por milhões de consumidores. A atuação da Nestlé Brasil abrange segmentos de mercado achocolatados, biscoitos, cafés, cereais, cereais matinais, águas, chocolates, culinários, lácteos, refrigerados, sorvetes, nutrição infantil (fórmulas infantis, cereais infantis e papinhas prontas para o consumo), nutrição clínica, produtos à base de soja, alimentos para animais de estimação e serviços para empresas e profissionais da área de alimentação fora do lar. Atualmente, a rede de distribuição dos produtos cobre mais de 1.600 municípios dos mais diversos tamanhos. A Nestlé Brasil e suas empresas coligadas estão presentes em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel. A empresa tem 31 unidades industriais, localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Emprega mais de 21 mil colaboradores diretos e gera outros 220 mil empregos indiretos, que colaboram na fabricação, comercialização e distribuição de mais de 1.000 itens.