NESTLÉ: UMA JORNADA ATRAVÉS DO ALIMENTO, A MENTE E AS EMOÇÕES

No Pavilhão da Suíça da Expo 2015, uma exposição interativa sobre os mecanismos por trás de um simples ato do dia-a-dia: comer

• Mais de 100 milhões de neurônios são ativados em cada contato que temos com a comida
• Os primeiros 1.000 dias de vida são cruciais para um crescimento saudável
• Nutrigenômica para a saúde e o bem-estar de amanhã

A Nestlé conta os segredos da intrigante relação que temos com a comida. Uma nova exposição interativa no Pavilhão da Suíça durante a EXPO 2015 mostrará detalhadamente como e por que o corpo e a mente reagem aos estímulos alimentares, sua contínua interação mútua e os mecanismos que nos fazem desejar, escolher e provar os alimentos que comemos.

O ponto fundamental é “comer”, um ato simples que realizamos diariamente e que toma uma grande parte da nossa vida. A exposição explicará os mecanismos do ato de comer e as surpreendentes descobertas por trás disso, na certeza de que uma compreensão maior sobre como o alimento interage com o nosso corpo e a nossa mente nos ajudará a ter hábitos alimentares mais saudáveis.

“A exposição deseja aumentar a compreensão pública sobre como os alimentos, o corpo e a mente interagem entre si: transformamos sólidas informações científicas em um programa interativo e interessante” disse Robin Tickle, Presidente das Relações Corporativas com a Mídia da Nestlé S.A.

“Os Centros de Pesquisa fazem da Nestlé a maior entidade privada especializada em ciência nutricional”, acrescentou. “Decidimos compartilhar esse conhecimento e combiná-lo com a excelência italiana no campo da medicina nutricional. O resultado é uma exposição que pode ser apreciada em diferentes níveis de informações e experiências: uma jornada em vários estágios com temas amplos que os visitantes podem explorar livremente, seguindo seus próprios interesses e curiosidades e construindo suas próprias experiências pessoais”.

A exposição foi criada por três importantes organizações internacionais de pesquisa nutricional: o Nestlé Research Center, maior centro privado de pesquisa nutricional no mundo, o Nestlé Institute of Health Science, especializado em pesquisa sobre necessidades nutricionais específicas, e o Instituto Auxológico Italiano (IAI), a excelência italiana em pesquisas da ciência alimentar.

Uma plataforma científica comum foi criada para compartilhar as últimas descobertas das pesquisas e perspectivas futuras nesse campo. Isso foi então traduzido em uma exposição dividida em quatro partes, cada qual focando um tema:

• O crescimento e desenvolvimento do cérebro
• Fome e saciedade
• O papel dos sentidos e das emoções na nutrição
• O futuro da saúde e dos alimentos

A primeira parte da exposição mostra os primeiros 1.000 dias de vida (da concepção até os dois anos de idade da criança). É um período fundamental para o crescimento e desenvolvimento do cérebro da criança, em que a nutrição é crucial para a saúde do bebê e da mãe. As pesquisas provaram que nesse período desenvolvemos o paladar e as preferências alimentares que vão nos acompanhar pelo resto da vida. A relação que nós humanos temos com os alimentos envolve não apenas os nossos sentidos, mas também nossas emoções e memória. Isso enriquece o ato de comer, que foi inicialmente direcionado para nossa necessidade primária de sobrevivência, mas que tem um significado muito maior nos dias atuais.

“O trabalho realizado pelo Instituto Auxológico Italiano com a Nestlé foi de grande valor, tanto do ponto de vista científico como na popularização da ciência. As imagens ajudam as pessoas a entender mais facilmente evidências científicas complexas: desde os 100 milhões de neurônios que são ativados quando estimulados pelos alimentos até a complexa rede de mensagens hormonais e neurotransmissores que regulam a fome e a saciedade”, disse Cecilia Invitti do Instituto Auxológico Italiano.

“Por muito tempo consideramos os alimentos simplesmente em termos de calorias. Então, a Nutrigenômica apareceu e jogou uma nova luz. A Nutrigenômica estuda o efeito dos alimentos em nossas células. É o futuro da medicina e abrirá novas perspectivas para o avanço da ciência nutricional”, acrescentou.

A complexa relação entre alimento, mente e emoções pode ser experimentada diariamente, mesmo na cozinha: escolher e combinar ingredientes é o resultado de um diálogo entre o nosso sentido do paladar e a nossa mente, nossa criatividade e a assim chamada “memória gustativa”, que tem um papel fundamental em nossas escolhas nutricionais.

Para ilustrar esses conceitos, Fabio Pisani, chef do restaurante Il Luogo di Aimo e Nadia, participou de uma demonstração culinária. Preparou um prato para que os participantes pudessem testar suas reações e sensações ao experimentar a comida.

“Começando pela escolha dos alimentos, é fundamental focar no estímulo dos sentidos e emoções. O segredo da nossa cozinha é a capacidade de estimular a memória gustativa dos comensais: por meio dos sentidos, podemos evocar memórias e emoções. Assim, o simples ato de comer torna-se uma experiência que envolve o corpo e a mente”, explicou Fabio Pisani durante o show de culinária.

A exposição será realizada no Pavilhão da Suíça e estará aberta durante toda a EXPO 2015 de 1º. de maio a 31 de outubro.

“O Pavilhão da Suíça é o resultado de uma grande parceria público-privada para a qual a Nestlé contribuiu significativamente com sua expertise em pesquisa e inovação alimentar. Estamos contentes em poder mostrar aos visitantes do Pavilhão da Suíça a diversidade da Confederação Suíça; desde a expertise em nutrição, saúde e bem-estar de um grupo com liderança mundial, como a Nestlé, até o sistema agrícola do país, representado pelos tradicionais especialidades gastronômicas suíças”, disse Dante Martinelli, Comissário Geral para a Suíça na Expo 2015.

Sobre a Nestlé – É a maior empresa mundial de nutrição, saúde e bem-estar, com operações em 194 países e fábricas em 86 países. No Brasil, instalou a primeira fábrica em 1921, na cidade paulista de Araras, para a produção do leite condensado Milkmaid, que mais tarde seria conhecido como Leite Moça por milhões de consumidores. A atuação da Nestlé no Brasil abrange segmentos de mercado achocolatados, biscoitos, cafés, cereais, cereais matinais, águas, chocolates, culinários, lácteos, refrigerados, sorvetes, nutrição infantil (fórmulas infantis, cereais infantis e papinhas prontas para o consumo), nutrição clínica, produtos à base de soja, alimentos para animais de estimação e serviços para empresas e profissionais da área de alimentação fora do lar. Atualmente, a rede de distribuição dos produtos cobre mais de 1.600 municípios dos mais diversos tamanhos. A Nestlé Brasil e suas empresas coligadas estão presentes em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel. A empresa tem 31 unidades industriais, localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Emprega mais de 21 mil colaboradores diretos e gera outros 220 mil empregos indiretos, que colaboram na fabricação, comercialização e distribuição de mais de 1.000 itens.