Resultado do Ano de 2014: 4,5% de crescimento orgânico, margem de lucro operacional bruto com crescimento de 10 pontos-base, crescimento de 30 pontos-base nas moedas de valor constante

• Vendas de CHF 91,6 bilhões,
• 4,5% de crescimento orgânico, 2,3% de crescimento real
• A margem de lucro operacional bruto subiu 10 pontos-base para 15,3%, e 30 pontos-base nas moedas de valor constante
• Os ganhos subjacentes por ação subiram 4,4% nas moedas de valor constante
• Forte fluxo de caixa operacional no valor de CHF 14,7 bilhões
• Dividendos propostos aumentaram para CHF 2,20 por ação
• Perspectiva para 2015: pretendemos ter um crescimento orgânico de aproximadamente 5% com melhoria nas margens, ganhos subjacentes por ação nas moedas de valor constante e eficiência de capital.

Paul Bulcke, CEO da Nestlé: “Estes resultados são sólidos, baseados no bom crescimento dos anos passados e entregues em um ambiente comercial fraco. São a demonstração dos pontos fortes intrínsecos da Nestlé: o compromisso de nossos colaboradores, nossa pegada global, a força de nosso portfólio e a qualidade de nossa inovação. Enquanto entregamos resultados no curto prazo, continuamos concentrados em nossos negócios no longo prazo, consolidando as bases de nosso crescimento futuro. Nossa expectativa é que 2015 seja similar a 2014, e nossa meta é atingir um crescimento de aproximadamente 5% com melhoria nas margens, ganhos subjacentes por ação nas moedas de valor constante e eficiência de capital”.

Resultados do Grupo

Em 2014, o crescimento orgânico da Nestlé foi de 4,5%, composto por 2,3% de crescimento real e 2,2% de política de preços. As vendas foram de CHF 91,6 bilhões, caindo 0,6%, impactadas pelo câmbio negativo de -5,5%. As aquisições, descontados os desinvestimentos, adicionaram 0,4% às vendas.

• O lucro operacional bruto do Grupo foi de CHF 14,0 bilhões, representando uma margem de 15,3%, tendo subido 10 pontos-base e 30 pontos-base nas moedas de valor constante.

• O custo dos produtos vendidos caiu 30 pontos-base como porcentagem das vendas, guiado pelo mix de produtos e ações de política de preços e economias criada pelo programa Nestlé Continuous Excellence que compensaram amplamente os aumentos de custo das matérias primas.

• Os custos de distribuição subiram 10 pontos-base.

• Os custos totais administrativos e de marketing subiram 10 pontos-base, já que aumentamos os gastos voltados para o consumidor em apoio às nossas marcas.

• O lucro líquido aumentou CHF 4,4 bilhões para CHF 14,5 bilhões. Esse aumento também reflete o lucro realizado com a alienação de parte de nossa participação na L’Oréal e os ganhos de revalorização dos 50% da Galderma que o Grupo já detinha quando aumentou sua participação acionária de 50% para 100%. Os ganhos por ação reportados foram de CHF 4,54, subindo 44,6%.

• Os ganhos por ação subjacentes em moedas de valor constante aumentaram 4,4%.

• O fluxo de caixa operacional do Grupo continuou sólido no valor de CHF 14,7 bilhões.

Revisão dos Negócios

• O crescimento orgânico do Grupo Nestlé teve base ampla, 5,4% nas Américas, 1,9% na Europa e 5,7% na Ásia, Oceania e África. Nossos negócios nos mercados desenvolvidos cresceram 1,1%, atingindo vendas de CHF 51,4 bilhões. Nossos negócios nos mercados emergentes cresceram 8,9%, entregando vendas de CHF 40,2 bilhões.

• O crescimento real foi de 2,3% nas Américas, 2,4% na Europa e 2,4% na Ásia, Oceania e África.

• Em 2014, criamos a Nestlé Skin Health, complementando a Nestlé Health Science, e expandindo ainda mais nosso negócio de alimentos e bebidas já existente em linha com nossa ambição estratégica de sermos reconhecidos como a companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar em todo o mundo.

• Também estabelecemos o programa Nestlé Business Excellence para a Diretoria Executiva, agregando serviços de suporte para os negócios. Isso nos permite alavancar melhor nossa escala, reduzir os custos estruturais, aumentar a qualidade dos serviços de suporte e liberar recursos crescer e permitir que nossos mercados se concentrem na geração de demanda.

Zona Américas

Vendas de CHF 27,3 bilhões, 5,0% de crescimento orgânico, 1,1% de crescimento real; 18,8% de margem de lucro operacional bruto, +60 pontos-base.

• O crescimento orgânico da Zona foi sustentado por um crescimento de dois dígitos do Nescafé Dolce Gusto e sólidos desempenhos no ambiente de produtos lácteos e petcare. O crescimento na América do Norte melhorou no final do ano, ao passo que na América Latina o bom crescimento foi ajudado pela política de preços, que refletiu as pressões inflacionárias.

• Nosso desempenho na América do Norte foi afetado pela categoria de congelados. Há projetos em andamento para o reposicionamento de Lean Cuisine, Hot Pockets e Stouffers. Eles abordam todos os elementos do mix de marketing, refletindo tendências, como por exemplo, características orgânicas e étnicas, o que aumenta a relevância das marcas para os consumidores. Estamos usando a mesma abordagem no segmento de pizzas congeladas, no qual nossa California Pizza Kitchen foi bem. Em sorvetes, o segmento super premium teve bom desempenho com Gelato, e os snacks voltaram a crescer, apesar do segmento premium estar deprimido. Na área de confeitos, o desenvolvimento do Butterfinger Peanut Butter Cups continuou a ter sucesso. Inovações como Natural Bliss e as renovações sazonais de sabores ajudaram Coffee-mate a apresentar um bom crescimento. A inovação também garantiu o crescimento do negócio de petcare na América do Norte, com Dog Chow, Pro Plan e areia sanitária para gatos Tidy Cats Lightweight como destaques. O lançamento da ração natural Beyond ganhou ímpeto.

• A América Latina apresentou bom crescimento orgânico apesar da deterioração da situação macroeconômica no final do ano. Não obstante o sentimento do consumidor ter variado na região, a maioria dos mercados foi bem. Todas as categorias cresceram no Brasil, com Ninho no segmento de leites de crescimento, Kitkat em confeitos, Nesfit em biscoitos e Nescau em bebidas achocolatadas e maltadas fazendo importantes contribuições. No México, as mudanças na legislação fiscal, política de preços e demanda do consumidor deprimida afetaram o mercado. Nescafé Dolce Gusto apresentou um crescimento de dois dígitos em toda a região, e Dog Chow e Pro Plan lideraram as vendas no negócio de petcare.

• Apesar do aumento de custo dos insumos, a margem de lucro operacional bruto da Zona aumentou 60 pontos-base para 18,8%, refletindo as eficiências operacionais e estruturais e a redução de outras despesas comerciais.

Zona Europa

Vendas de CHF 15,2 bilhões, 1,5% de crescimento orgânico, 2,2% de crescimento real; 15,3% de margem de lucro operacional bruto, +30 pontos-base.

• Com relação ao mercado, este foi um bom crescimento, liderado por inovação e valorização dos produtos (premiumisation). O ambiente comercial europeu continuou volátil e intenso, com pressão deflacionária aumentando durante o ano e confiança do consumidor muito frágil, reduzindo a flexibilidade para precificar.

• Os bons desempenhos na França, Suíça, Áustria e Holanda, e a recuperação na Espanha e Portugal sustentaram o crescimento na Europa Ocidental. A região da Grã-Bretanha, a Alemanha, Itália e Grécia foram mais desafiadoras. Petcare e Nescafé Dolce Gusto tiveram desempenhos sólidos em toda a Europa Ocidental, e vimos bom crescimento em várias categorias devido às inovações. Os destaques incluíram Nescafé Gold e o café solúvel premium Azzera, Fresh Up e Buitoni Fiesta no segmento de pizzas congeladas, a linha de macarrões instantâneos Maggi snacking noodles no ambiente culinário e o lançamento de tabletes de chocolate premium Les Recettes de l’Atelier na França.

• Na Europa Central e Oriental, Rússia e Ucrânia lideraram o crescimento em um ambiente de deterioração econômica. Petcare, Nescafé Dolce Gusto, café solúvel, especialmente Gold Blend, e confeitos, com Kitkat, foram os destaques. O atual desenvolvimento dos papéis para culinária Papyrus no ambiente culinário também continuou a apresentar bom desempenho.

• Petcare apresentou um crescimento de base ampla em toda a Zona, fortalecendo ainda mais suas posições, especialmente em toda a categoria premium com Felix, Purina ONE e Gourmet, assim como nossa linha de petiscos.

• A margem de lucro operacional bruto da Zona foi de 15,3%, subindo 30 pontos-base e refletindo nossas conquistas na alavancagem de nosso crescimento real e melhoria contínua das eficiências.

Zona Ásia, Oceania e África

Vendas de CHF 18,3 bilhões, 2,6% de crescimento orgânico, -0,3% de crescimento real; 18,7% de margem de lucro operacional bruto, -20 pontos-base.

• O crescimento mais lento da Zona foi devido ao nosso maior mercado, China, e à Oceania. Na China, precisamos adaptar nosso portfólio para nos reconectarmos com as rápidas mudanças de expectativas do consumidor chinês. Dessa forma, além de corrigirmos os estoques comerciais ao longo do ano, concentramo-nos na inovação, reformulação e relançamentos, especialmente nos segmentos de cafés, bebidas prontas e confeitos. Continuamos a ver bons desempenhos no ambiente culinário, sorvetes e cafés prontos. Na Oceania, nosso foco foi o desenvolvimento de novos canais comerciais.

• O crescimento forte continuou na maioria dos outros mercados emergentes, em particular nas Filipinas, Sul da Ásia, na região da Indochina, Turquia e em muitos mercados da África. Introduzimos novos macarrões premium em Singapura e na Malásia. Nas Filipinas, os novos leites em pó fortificados Bear Brand foram bem recebidos. Maggi criou uma nova opção de café da manhã para o mercado indiano, Maggi Oats Noodles, e Nestlé Milo Activ-Go foi lançado em partes do Sudeste Asiático. Também foi introduzido na África, o que ajudou a entregar um bom crescimento em todo o continente.

• A forte inovação em produtos e modelos de negócios marcou o desempenho no Japão, com os sistemas de café Nescafé Dolce Gusto e Nescafé Gold Blend Barista indo bem e Kitkat mantendo seu ímpeto de crescimento.

• A margem de lucro operacional bruto da Zona foi de 18,7%, caindo 20 pontos-base, principalmente devido ao crescimento mais lento, aumento de custo dos insumos e alguns itens excepcionais.

Nestlé Waters

Vendas de CHF 7,4 bilhões, 5,4% de crescimento orgânico, 6,3% de crescimento real; 9,7% de margem de lucro operacional bruto, +50 pontos-base.

• Nestlé Waters apresentou crescimento orgânico de base ampla e crescimento real sólidos em todas as três geografias. Nestlé Pure Life continuou a ser uma locomotiva de crescimento, especialmente nos mercados emergentes, mas também na América do Norte e no Reino Unido. Perrier e S.Pellegrino, nossas marcas premium internacionais, continuaram a demonstrar sua capacidade de criar valor na categoria. Complementando esses desempenhos, marcas locais fortes também tiveram bom crescimento, especialmente Buxton no Reino Unido, Erikli na Turquia, La Vie no Vietnã, e Yunnan Shan Quan na China.

• A margem de lucro operacional bruto foi de 9,7%, aumentando 50 pontos-base, liderada principalmente pelo sólido crescimento sustentado por custos estruturais contidos. A redução de custo dos insumos compensou parcialmente o aumento de custo da distribuição.

Nestlé Nutrition

Vendas de CHF 9,6 bilhões, 7,7% de crescimento orgânico, 3,6% de crescimento real; 20,8% de margem de lucro operacional bruto, +80 pontos-base.

• Nosso negócio de nutrição infantil apresentou um desempenho muito forte em muitos mercados asiáticos, inclusive na China. O crescimento foi de dois dígitos em toda a Ásia, apesar da agitação política em partes do Oriente Médio que prejudicou a distribuição de produtos nessas áreas. O crescimento na América Latina foi sólido, enquanto que na Europa e América do Norte, o ambiente foi mais desafiador. O crescimento das fórmulas infantis foi liderado pelas fortes vendas de NAN, e nossas marcas premium S-26 e Illuma que se beneficiaram do desenvolvimento de uma inovação de sucesso. No segmento de alimentos infantis, os cereais infantis tiveram uma recuperação estável nos Estados Unidos, e os sachês de purê de frutas Gerber Organic para bebês, que combinam boa nutrição com conveniência, foram os destaques em alimentos e bebidas.

• Desinvestimos nosso negócio de performance nutrition PowerBar durante o ano.

• A margem de lucro operacional bruto aumentou 80 pontos-base para 20,8%, apesar do impacto do aumento de custo dos insumos. A melhoria foi liderada pelos efeitos da gestão do portfólio, do bom desempenho da Wyeth Nutrition e das eficiências.

Outros negócios

Vendas de CHF 13,9 bilhões, 7,1% de crescimento orgânico, 5,6% de crescimento real; 19,1% de margem de lucro operacional bruto, +140 pontos-base.

• O crescimento da Nestlé Professional foi liderado pelos mercados emergentes, principalmente a China, Filipinas, a região da Indochina, Oriente Médio e Rússia, enquanto a Europa Ocidental e a América do Norte continuaram a enfrentar desafios em seu ambiente fora-de-casa. Os direcionadores de crescimento estratégico; soluções de bebidas e soluções de sobremesas continuaram a ter bom desempenho.

Nespresso cresceu em todas as regiões, expandindo ainda mais sua presença global. O foco na qualidade e os investimentos em produtos, máquinas e serviços foram a base de seus sólidos resultados. Nespresso continuou a liderar a expansão do mercado global de cafés servidos individualmente com o lançamento de sucesso do sistema VertuoLine na América do Norte, que criou um novo segmento de cafés premium. O desenvolvimento da inovadora butique automatizada de varejo, o Nespresso Cube, é pioneira em uma nova forma de comprar e em um serviço personalizado para os consumidores.

Nestlé Health Science continuou a desenvolver terapias nutricionais com comprovados benefícios clínicos e valor econômico para a saúde. O crescimento foi liderado, primariamente, por fortes desempenhos na Europa e pelo aumento de sua presença na China. As inovações de Vitaflo no Reino Unido, a nova garrafa de Boost no Canadá, e a linha Meritene na Europa também ajudaram a entregar um bom crescimento.

Nestlé Skin Health apresentou um crescimento de dois dígitos alinhado com as expectativas de desempenhos sólidos em todas as geografias, mas, em especial, nas Américas e na Ásia. Todas as linhas de negócio contribuíram para o crescimento. Nestlé Skin Health se fortaleceu ainda mais com a aquisição dos direitos integrais de comercialização de vários produtos-chave de dermatologia estética nos Estados Unidos e Canadá.

• A margem de lucro operacional bruto de Outros Negócios aumentou 140 pontos-base para 19,1%, liderada principalmente pelo bom desempenho de todos os negócios e ajudada pela excepcional contribuição durante os primeiros seis meses da integração da Galderma na Nestlé Skin Health.

Propostas do Conselho de Administração para a Assembleia Geral Ordinária

Na Assembleia Geral Ordinária de 16 de abril de 2015, o Conselho de Administração proporá um aumento do dividendo para CHF 2,20 por ação. O último dia de pregão com direito a receber o dividendo é 17 de abril de 2015. Os dividendos líquidos serão pagáveis a partir de 22 de abril de 2015. Os acionistas registrados no registro de acionistas com direito a voto em 9 de abril de 2015 às 12:00 horas do Horário de Verão da Europa Central (CEST) terão o direito de exercer seus direitos de voto.

O Conselho proporá a eleição individual dos membros do Conselho de Administração para um mandato até o final da próxima Assembleia Geral Ordinária. O Conselho proporá a eleição de Ruth Khasaya Oniang’o, Patrick Aebischer e Renato Fassbind como novos membros do Conselho de Administração. Rolf Hänggi e Titia de Lange não se candidatarão à reeleição. O Conselho deseja agradecer os inestimáveis serviços por eles prestados.

Ademais, o Conselho deseja propor a eleição de Peter Brabeck-Letmathe como Presidente do Conselho de Administração, a eleição individual dos membros do Comitê de Remuneração e a eleição da KPMG como auditores legais até o final da próxima Assembleia Geral Ordinária. O Conselho também submete a remuneração do Conselho de Administração e da Diretoria Executiva à aprovação dos acionistas. Além disso, o Conselho proporá uma redução de capital para cancelar as ações recompradas sob o atual programa de recompra de ações.

Perspectivas

Enquanto entregamos resultados no curto prazo, continuamos concentrados em nossos negócios no longo prazo, consolidando as bases de nosso crescimento futuro. Nossa expectativa é que 2015 seja similar a 2014, e nossa meta é atingir um crescimento de aproximadamente 5% com melhoria nas margens, ganhos subjacentes por ação nas moedas de valor constante e eficiência de capital.